terça-feira, 23 de abril de 2019

Acordei com uma oração carinhosa que adentrou na minha mente e depois dormi novamente e só acordei junto com minha mãezinha e outros parentes e algumas pessoas que aos poucos fui relembrando quem era todos amores de outrora!

Querida filha




Que Deus te abençoe minha filha
Neste domingo tão especial em que Jesus fez morada definitivamente em nossos corações. Aqui estou eu dando meu recado de mãe, avó que tem ainda muitas saudades de todos vocês.
Hoje passei pela nossa casa depois de tanto tempo para matar a saudades de todos vocês, das vizinhas amadas e de você filha querida que não se esquece de mim em suas preces e desta casa de amor que um dia me acolheu com o meu corpo físico e hoje me acolhe com o meu corpo espiritual.
A saudade é grande ainda, mas aos poucos vou aprendendo a me desligar, como diz os nossos mestres aqui, a fazer q lição do desapego e quando entendemos que passamos por aí, usamos um corpo como ferramenta por uns anos para evoluir e que vocês são companheiros de caminhada, que outros tantos já passaram por nós e outros tantos ainda vão passar, parece que fica muito claro, pois entendemos o verdadeiro significado, que na verdade somos todos irmãos filhos de Deus e que nada nos pertence nem os filhos que geramos
Apenas o que nos pertence é o amor que aprendemos a semear dentro dos nossos corações
Aquele amor do nosso amado Jesus que cultivou em nós esta sementinha valorosa!
Queria te dizer uma coisa filha, nem pense que sofri alguma dor durante o meu desencarne.
Foi tudo como um sono gostoso que deu quando eu estava a tricotar as linhas e o zig zag da agulha diferente ficou enorme e eu entrei naquele zig zag
Nem entendi muito bem porque depois eu dormi
Acordei com uma oração carinhosa que adentrou na minha mente e depois dormi novamente e só acordei junto com minha mãezinha e outros parentes e algumas pessoas que aos poucos fui relembrando quem era todos amores de outrora!
E é assim nesse zig zag a gente vai e vem até quando precisar.
Aqui estou eu bem leve que nem sei explicar direito, só sei que é muito bom poder ter movimentos tão ágil de novo e é tudo diferente mas aos poucos estou aprendendo.
Medo da morte? Nem deve ter porque aqui é bom se não fosse o danado do apego. Mas sigo feliz e quero que vcs continuem felizes deste lado!
Amo vocês e um forte abraço para todos vocês
Jandira

Nenhum comentário:

Postar um comentário