domingo, 23 de setembro de 2018

observem as pessoas, vocês verão flores nelas



Boa noite minhas irmãs de Alma e de coração. Nesta nova estação que se inicia observaremos não tão somente as mudanças climáticas e a beleza sem fim da natureza, como também perceberemos uma mudança encantadora e muito feliz em nosso interior, que trará muita luz e harmonia para as nossas e vossas almas.
          Digo nossas e vossas almas, para lembrarem sempre da conexão que existe entre nós e vocês. Com o passar dos dias vocês sentirão uma energia diferente e um calor indescritível, que ao mesmo tempo que aquece, refresca.
Essa energia "de tempero", vamos dizer assim, será o equilíbrio que vocês, irmãs queridas, serão agraciadas pelos vossos esforços, para sentirem, absorverem ao experimentarem dessa maravilha de mudança energética, sabendo como é, saberão exatamente como repassá-las para todos que precisam. Os necessitados e merecedores desta recepção serão selecionados por nós. Cabe a vocês, manterem-se em harmonia, comunhão de pensamento, disciplina e fé.
          A intuição vira do alto como um flash de luz e de cores, vocês perceberão como um calor inexplicável, que precisará ser imediatamente transformado em acolhimento, consolo, compaixão e conforto para o próximo necessitado. Isso será uma forma singela e ao mesmo tempo soberana de manifestação de amor.
           Esse exercício, oficina, como vocês dizem ocorrerá nesta casa de amor, mas já se inicia em todos os lugares por onde passarem (alertas ou em repouso, durante o sono).
           Esses lugares são suas próprias casas, ambientes de trabalho, nas ruas, nos bancos, nos supermercados... Em tudo.
          Observem as pessoas! Vocês verão flores nelas, observem! Observem as pessoas como flores, se desabrochando nesta estação, se mostrando, para ficar para sempre, aqui, te ensinando, te ajudando, te presenteando com a oportunidade de despertar todas as capacidades de doação que existe dentro de você, para os outros, mas primeiro e principalmente para você mesmo!      Pegue estas flores, são suas! Cultive-as! Elas terão a importância que você proporcionar a elas.
          São suas! São as flor da vida, do Renascimento, das novas oportunidades, das provas contínuas da misericórdia divina, que te acompanha e nunca te abandona. Cultive seu jardim, cuide de suas flores, ajude os outros a cuidarem e a observarem também suas flores, respeitem os espinhos e sigam em frente.
          As estações se repetirão : primavera, verão, outono, inverno, cada uma com seus recados. Você irá passo-a-passo abrindo sua mente, lendo e sentindo cada linha desses recados, ajudará aos outros e verá lá na frente como o sol brilha eternamente, como as flores não murcham, como inverno é aconchegante e como outono tem cara de quintal de vó: cheio de bons frutos que você colheu e irá então colher com a coletividade do bem que te acompanhou e você conquistou pela eternidade!
          É a beleza e o perfume da vida eterna.
          Sinta.
          Planto hoje mais flores no coração de cada uma de vocês.
          Com cheiro de flor, grande beijo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário