domingo, 24 de junho de 2018

Centelha divina que esparge luz por onde passa. Assim seremos, assim seremos! Na caminhada evolutiva que nos acomete, sentimos cada vez mais perto do sentimento Supremo: o amor!




Centelha divina que esparge luz por onde passa. Assim seremos, assim seremos! Na caminhada evolutiva que nos acomete, sentimos cada vez mais perto do sentimento Supremo: o amor!
Adentrar as coisas que nos fazem bem, sempre nos convida ao retorno para realizações edificantes. Que nos eleva e nos salta para outras paisagens e quando o salto acontece não nos vemos mais como o antigo. Este que já passou por tantas dores, sofreu e não pretende mais retornar para tal retrocesso. Agora já livre de amarras antigas que hoje não tem significado, segue feliz, pois sabe e entende que é dono de seu fazer, já consegue criar os seus dias com base no sentimento maior que sempre esteve lá, mas não sabia identificar e nem ler nas entrelinhas do coração as informações divinas.
 Agora, livre, porém com algumas cicatrizes sabe como fazer para livrar-se de cada uma que surgir, sabe tonificar a dor que hora aparece, e muito mais, consegue acolher e transmutar aquilo que machuca. E na caminhada que segue rumo ao belo e ao bom, vai retirando do ser, pouco a pouco as mazelas antigas até alcançar a luz que tanto sonhou, a luz que pousou na felicidade. 
Saulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário