segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Não é um encontro fácil este com o EU interior, mas ele deve acontecer cedo ou tarde, a dor em geral tem esse dom, o de despertar em nós a busca para as curas internas que a muito buscamos e que estão incrustadas em nosso SER, de vida em vida.








     A fonte da vida é Deus nosso Pai e criador, demos graças e elevemos nosso pensamento ao alto em qualquer situação aflitiva, o amparo não nos faltará.
Toda dor e lamento experimentado tem a função de nos fazer crescer, quando nos encontramos em um estado emocional abalado vemos o sentido das coisas de forma diversa daquela  que são. O equilíbrio que tanto buscamos vem do autoconhecimento de nós mesmos, através desse poderemos encontrar as formas de nos auto ajudar.
     Não é um encontro fácil este com o EU interior, mas ele deve acontecer cedo ou tarde, a dor em geral tem esse dom, o de despertar em nós a busca para as curas internas que a muito buscamos e que estão incrustadas em nosso SER, de vida em vida.
A busca começa quando nos descobrimos seres imortais e quanto mais cedo conseguirmos no encontrar mais cedo seremos os co-criadores de Deus Pai.
A vida tem nos dado a cada dia razões e caminhos para que descubramos por onde buscar o crescimento que tanto temos buscado, mas não nos martirizemos em querer chegar mais rápido do que podemos onde ainda não nos é possível pela nossa próprias inseguranças e ignorâncias, estamos caminhando, evoluindo, crescendo, pois, nossa destinação é a perfeição. Procuremos em Deus a força necessária para o despertamento do divino em nós. Jesus tem nos mostrado através de todos os exemplos deixado que tudo nos é possível se tivermos fé, mas uma fé aliada a conhecimento e amor, receita infalível para que posamos descobrir o SER maravilhoso que Deus criou em nós.
       A força do querer e da fé da ao homem o mais poderoso de todos os instrumentos para que siga sempre em frente e se desenvolva em tudo quanto lhe seja necessário.
         Deus e Jesus os abençoe.
         José.

Psicografia Portal da Luz
26/11/2017



Uma auto-análise é sempre importante para observar onde estamos errando, humildemente. Cada um deve cuidar da sua luz, do seu despertar, pois o despertar do outro diz respeito ao outro, ninguém desperta por ninguém,

 Não podemos dar espaços para atritos, abracemos a irmã indulgência que as irmãs segurança e fé chegarão amorosamente 




Na bondade que emana dos corações de irmãos queridos construímos um elo de amor. E este elo será fortalecido com as vibrações emanadas de cada um que aos poucos vão se misturando em cores sons e sintonia e com passar do tempo cores e nuances.
Reestruturados diante de harmonia da sintonia obtém uma única cor. Hoje diante da Harmonia estabelecida temos a cor violeta. Por isso a importância do comprometimento e dos sentimentos de acolhimento uns com os outros. Precisamos acolher para que esta luz cresça cada vez mais. Quanto mais pessoas trabalhando no bem, celebrando no amor, mais cedo a terra brilhará e cumprirá o seu papel no ciclo evolutivo. Despertar é o objetivo, estamos trabalhando insensantemente para que mais despertos aumentem o número na fileira do processo evolutivo. Pois a essência divina está implantada na criação, mas para que essa essência brilhe é preciso amar. 
Os sentimentos devem permear todos os espaços. E quando entendermos que somos um aqui neste trabalho de amor e que todos tem papel importante dentro do crescimento e credibilidade do trabalho, ele crescerá. Não podemos dar espaços para atritos, abracemos a irmã indulgência que as irmãs segurança e fé chegarão amorosamente e farão parte deste trabalho. 
Uma auto-análise é sempre importante para observar onde estamos errando, humildemente. Cada um deve cuidar da sua luz, do seu despertar, pois o despertar do outro diz respeito ao outro, ninguém desperta por ninguém, podemos sim conduzir com estudos e reflexões amorosas para aquele que está chegando. A sua energia de acolhimento propiciará O arrebanhar de mais um ovelha para luz. Se eu for luz, meu irmão sendo luz, tornaremos a terra um grande clarão. 
Acolha amorosamente, humildemente os que chegam, pois todos tem muito a contribuir.
Saulo

Bem-vinda Alma querida!

Bem-vinda uma querida! 


Alma amada de intensa luz que traz no coração a missão de evangelizar com oportunidade de carinho e afagos crescerá no amor e então deslumbrará aquilo que trouxe na sua bagagem conhecimentos de outras eras, de outras vivências que espalhará pelos lugares que passar.
 Bem vinda alma querida! Que a sua missão seja cumprida na integridade, e que estes pais e a família que escolheu para desempenhar a sua missão possam oportunizar na grandeza do ambiente rico em estímulos a realidade do amor.  Que possa realizar integralmente a sua belíssima missão, o seu projeto existencial traçado carinhosamente por elevados irmãos deste lado. Que Deus acolha com carinho as mentes e corações de todos os que participarem, no seu lindo caminhar.
Carlos

28 de Janeiro de 2018

Nem tudo é fácil e óbvio, trazemos de nossa ancestralidade memórias internas e imensuráveis as vezes as tentativas de trazer para o indivíduo como certas terapias recorrentes as fazem, podem tornar-se uma alienação para os indivíduos e perdas cognitivas, para o seu percurso dessa e de outras existências do porvir.

Nem tudo é fácil e óbvio,  trazemos de nossa ancestralidade memórias internas e imensuráveis as vezes  as tentativas de trazer para o indivíduo como certas terapias recorrentes as fazem, podem tornar-se uma alienação para os indivíduos e perdas cognitivas, para o seu percurso dessa e de outras existências do porvir. 

Quando vamos percebendo o quanto podemos melhorar e aprimorar, em algumas tentativas a busca do nosso crescer íntimo, qualificamos melhor nossos pensamentos a busca de sentimentos próprios imbuídos no caminhar que poderia ser aflitivo, vamos dando conta das percepções que agora temos sem perdemos o estado amoroso, que deveria ser permanente. Mas não conseguimos ainda a busca torna-se viável no sentido de certas maneiras que devemos buscar para entender, quais os verdadeiros sentimentos que estamos buscando, quando de alguma forma não conseguimos qualificar. Em tempos pertinentes a nossa condição transfigura-se na intenção de buscas silenciosas ao ser em construção em momentos em que almeja a notoriedade das sensações transitórias que leva as confusões prodigiosas e atormentadora as de sentimentos não digerido pelo indivíduo E vai alterando seu estado de consciência nas questões abstratas da vida e no momento seguinte sente a necessidade de amadurecer ideias e pensamentos que o perseguem com trejeitos não qualificados, e sem intenção de continuar com algo que não o faz crescer interiormente deflagra-se com as ilusões que pertinentemente o persegue, sem ter condições de lidar com tudo isso vai abastecendo-se de ideias idiopáticas que vai atormentando e perseguindo e distanciando ainda mais do caminhar salutar condizente com seu estado de Ser nesse momento que avassaladoramente toma conta do seu pensar e agir sem as mínimas condições do sujeito parar e tentar adequar-se no seu estado original. Quando esses tormentos de pensamentos toma conta do indivíduo não se pode ou não poderia exigir o não mais que ele pode dar. E nesse ínterim que devemos doar uma cota mais de amor para que ele possa começar alternar seu estado de consciência que é ambíguo, retornar aos poucos e com ajuda de fármaco-terapêuticas levantar-se da estagnação do sofrer que angustia e persevera a dor e as angústias geradas  nesses conflitos intelecto-morais do seu viver. E que guardamos os resquícios dessas vivências amargas e elas devem ser dosadas aos poucos, Nem tudo é fácil e óbvio, os trazemos de nossa ancestralidade memórias internas e imensuráveis as vezes ois as tentativas de trazer para o indivíduo como certas terapias recorrentes as fazem, podem tornar-se uma alienação para os indivíduos e perdas cognitivas, para o seu percurso dessa e de outras existências do porvir. Mas quando buscamos a notória ajuda a pensadores, pesquisadores sérios seria esse um novo caminho para o sujeito que ainda não se vê, como escolhas e aptidões para o belo. O seu progresso viria do seu mais profundo estruturalmente do querer ir ajustar-se nas condições em que a vida lhe apresenta. E nessa circunstâncias do seu caminhar, vai aprendendo novamente o que é bom para si e o que não é. E tendo oportunidade de escolhas e ajudas vai reconstruindo ser que quebrado estava reestruturar se no seu ambiente conflituoso esse ambiente interno, pois são várias as repartições íntimas a qual deve adentrar e conseguir ajustar-se da maneira como pode e não como deve. Percebemos que ser imortal que somos e com um Pai amoroso que temos, vamos ajustando as partículas quebradas e passamos a ilumina-las com o nosso olhar, nosso jeito peculiar de ser e com a ajuda psicoespiritual vamos adentrando no sagrado de nosso ser elaborando resquícios de verdade concretas que poderiam não ser, e abandonando nossa insistência de ser o que não é, vamos ajustando ao divino esse que não cobra, não lamenta as escolhas equivocadas que fazemos e vamos seguindo menos tenso, menos cobradores de nós mesmos e seguindo o caminho que todo ser o faz quando pelas nossas insistências não amorosas fazemos, mas nos retratamos e começamos novamente a retornar no caminho da luz que nos leva a Casa do Pai.
Charles

Psicografia Portal da Luz
26/11/2017

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Os caminhos que percorremos as vezes fica por nossa conta, pois temos o livre arbítrio, mas a chegada até ao amor, é fatal.





Aquilo Que o Mestre Jesus propôs a cada um de nós durante a nossa jornada evolutiva, já estava arquitetado no nosso espírito imortal.
Os caminhos que percorremos ás vezes fica por nossa conta, pois temos o livre arbítrio, mas a chegada até ao amor, é fatal.
Não importa quais caminhos traçamos dentro da teia evolutiva, mas não é linear. Ledo engano.
As vezes retornamos para reparar outros débitos que ficaram para traz, tecendo carinhosamente aquele ponto que desprendeu com os sentimentos que não são reais.  O ponto real  da teia é o amor, se não for com o ponto amor, ficará emaranhado.
 É preciso então retomar a teia da nossa existência. Cada ponto uma existência. E é nos   milhares deles que iremos construindo o nosso objetivo final, com o manto chamado amor.


Renato


Mensagem psicografada no Centro Espirita Portal da Luz o dia14 de janeiro de 2018

Faça com que a leveza do seu sorriso possa habitar as nossas mentes e que possamos plasmar em nossa tela mental estes olhos serenos, que nos fitam e nos fazem tão bem.

Jesus!



Coloque em nossos corações a certeza de que não estamos sós. Coloque em nossas vidas a alegria do caminhar sem medo, sem angústias, sem mágoas, ou qualquer outro sentimento que venha perturbar a nossa conexão com o amor.
      Faça com que a leveza do seu sorriso possa habitar as nossas mentes e que possamos plasmar em nossa tela mental estes olhos serenos, que nos fitam e nos fazem tão bem.
Jesus Mestre amado! Ainda precisamos do seu auxilio, pois somos crianças, inseguras, com ´passos ainda cambaleantes, então dê-nos a sua mão, levante-nos quando cairmos do nosso orgulho, tire-nos do atoleiro das mágoas e nos liberte com as águas límpidas da sua eterna compaixão.
Ajude-nos Jesus a saímos da escuridão da nossa ignorância e nos conduza até a sua luz, pois com todos os esforços e ensinamentos, sabemos que estamos lentamente iniciando o despertar de um sono, precisamos infinitamente do seu amparo, para seguir o nosso caminhar na segurança do seu amor.
Saulo.



 Mensagem psicografada no Centro Espirita Portal da Luz o dia14 de janeiro de 2018