quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

LAÇOS

O que nosso Pai espera de nós é que nos amemos uns aos outros de tal forma que acertem os erros uns dos outros, que tenhamos tolerância e compreensão uns com os outros.
Este seria quase um Paraíso, a paciência de todos com todos, a boa vontade, a amizade, o afeto – Todos sentiriam e todos receberiam.
Nada que se pareça com a mesquinha, limitada e ciumenta visão do amor que os encarnados possuam.
No entanto, ao passarmos para este lado muitos dos fatores que expiram estes sentimentos negativos se desfazerem.
Descobrimos um novo mundo repleto de amor – Dias de paz, de trabalho dedicado e de companheirismo.
Esta é a mais próxima ideia de felicidade que temos neste plano intermediário.
Todos nos aceitam, todos se importam, todos nos entendem.
Nosso amado Pai nos presenteia com o plano inicial de amor – um primeiro caminho que tem no amor.
Não precisamos de pares porque somos todos Um – não que não haja pares, mas se formarão naturalmente ao longo de nossas vidas e nossas aprendizagens – Assim é o amor espiritual e isso é só o começo!
Ao Senhor meu Pai nossos agradecimentos por seu amor, que tudo nos concede.
Gabriel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A paz é um estado interior e não exterior, pois é um estado cultivado pela sabedoria do Ser que já realizou um certo caminhar na estrada evolutiva.

A paz é experienciada  no interior do nosso ser. Muitas vezes estamos em locais de cais visíveis de tumultos e de dores, mas se e...