domingo, 10 de janeiro de 2016

Não demoremos nas distrações infrutíferas



Não demoremos nas distrações infrutíferas

A terra oferece muitas distrações que frequentemente desvia o foco das responsabilidades que temos que exercer. Ilimitados são os prazeres, e a maioria das vezes, nos perdemos nos turbilhões de possibilidades que nos sãos apresentadas.

Diante dos infinitos caminhos, é preciso priorizar as responsabilidades, filtrar os caminhos e ficarem  atentos ao tempo que passa velozmente.

 Jamais podemos deixar de executar as boas obras, que um dia nos comprometemos   de realizar.

 Não demoremos nas distrações infrutíferas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A paz é um estado interior e não exterior, pois é um estado cultivado pela sabedoria do Ser que já realizou um certo caminhar na estrada evolutiva.

A paz é experienciada  no interior do nosso ser. Muitas vezes estamos em locais de cais visíveis de tumultos e de dores, mas se e...