sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

MEUS RAIOS DE SOL



MEUS RAIOS DE SOL


                Seus caminhos foram traçados com caneta divina e com tinta de luz. Mas as frivolidades na terra, foram poderosas e então, conseguiram ofuscar   o brilho da tinta.

Alegrias não podem ser efêmeras, tem que ser real. E neste vai e vem do balanço de sonhos e ilusões a vida passa...  E o real nunca será o ideal. Pasmem!  O ideal é o amor.

Amor para minha alma, o amor para o outro, para toda a humanidade, o amor estendendo-se a todos os seres existentes na terra e alargando-se ao cosmo infinito. Pois só amor é essência divina presente no DNA de todos os seres da criação.

Sejamos luz!


Portal da Luz, 15 de dezembro de 2015