domingo, 20 de fevereiro de 2011

ALERTA






ALERTA
Nos braços do pai bendito
Nas luzes do amor infinito
Neste local eu cheguei,
Trazendo feridas profundas
Alma sofrida e aflita
Um dia a terra deixou.
Na bagagem eu não trouxe
Ensinamentos do mestre
Nem o amor do meu próximo
Nem alegrias sinceras;
Daquele que estende a mão.
Eu trouxe somente o egoísmo
A ganância material,
O orgulho das conquistas
Da terra que habitei.
Ao deparar-me com a morte
Não sabia que havia
Outras conquistas além.
Aqui estou implorando
Pedindo uma mão amiga
Que me possa amparar
Que estas palavras que trouxe
Siga de alerta bendito
Para todos os meus irmãos.
Esta vida é passageira
Ela passa e o que fica
é o bem que a gente faz.
O bem que fizermos ao outro
E isto sim trás o conforto
E levamos para o além.
Aqui encerro minha prosa
Deixando aqui uma rosa
Aos presentes do lugar.
Que esta possa alertar
a todos os meus irmãos
E que não caia ao chão
No abismo que adentrei.
E que um dia em breve
Eu Possa os erros reparar
E seguir a evolução.

Mensagem psicografada o dia 12/02/2011
No Portal da Luz

Um comentário: